Cirurgias - Mama

Dr. Bruno André - Cirurgião Plástico

43 9945.0555

LONDRINA-PR 43 3324.0555

Cirurgias Mama

PRÓTESE DE SILICONE

A mamoplastia de aumento, ou cirurgia de prótese de silicone, é a cirurgia plástica mais realizada no Brasil atualmente. A melhora na qualidade dos implantes, aliada a evolução da técnica operatória, rápida recuperação e segurança do procedimento, tem proporcionado bons resultados e pacientes cada vez mais satisfeitas. Mulheres com mamas pequenas desde a adolescência ou pacientes que sofreram diminuição de volume dos seios após gravidez ou emagrecimento podem recorrer às próteses de silicone para devolver o tamanho, formato e firmeza desejados, além de recuperar a autoestima. Outras cirurgias como mastopexia, assimetria mamária e reconstrução de mama também envolvem o uso de implantes de silicone.

IMPLANTES DE SILICONE

TAMANHO DAS PRÓTESES

A decisão sobre o tamanho dos implantes é sempre rica em detalhes e demanda grande interação entre a paciente e o cirurgião plástico. O ideal é que as pacientes apresentem uma referência de mama bonita na visão delas para que o cirurgião compreenda qual o objetivo a ser alcançado. É importante lembrar que muitas variáveis compõem o resultado final da cirurgia, como tamanho e formato da mama, altura e peso da paciente, largura e musculatura do tórax e características da pele das mamas. Por este motivo próteses iguais poderão gerar resultados diferentes. O correto é conversar com seu cirurgião a respeito do que pretende obter para decidirem qual volume é o mais adequado.

PRÓTESES REDONDAS OU ANATÔMICAS

Além do volume os implantes também podem variar no formato. Em geral, em cirurgias de aumento mamário, usam-se próteses redondas, que podem ter perfil médio, alto ou ultra-alto. As próteses anatômicas, ou em formato de gota ou perfil natural, são reservadas para pacientes muito magras, com pouca mama ou que foram submetidas a mastectomia (retirada da mama).

IMPLANTES DE GEL DE SILICONE OU SOLUÇÃO SALINA

Os implantes são sempre revestidos por uma cápsula de silicone sólido porém seu interior pode variar entre silicone gel ou solução salina (soro fisiológico). No Brasil os implantes com gel de silicone são mais utilizados pois estas próteses tem consistência mais firme, semelhante a de uma mama jovem. Os implantes modernos tem gel com alta coesividade, ou seja, por mais que o implante seja rompido o gel não difunde pelo organismo e fica concentrado no local onde foi implantado, permitindo sua retirada com facilidade. Nos EUA usa-se muito próteses com solução salina. Estas próteses tem a desvantagem de sua consistência ser relativamente flácida em comparação com as de silicone gel.

CIRURGIA

Embora existam muitas variações no procedimento, podemos enumerar alguns princípios básicos. Através de uma pequena incisão o implante mamário é introduzido para aumentar ou remodelar a mama. Os implantes podem ser colocados atrás da glândula mamária ou atrás do músculo peitoral. A cirurgia toda dura em torno de 1 a 2 horas. Sutiãs pós-operatórios são recomendados para garantir o bom resultado e auxiliar na recuperação.

COLOCAÇÃO SUBGLANDULAR OU SUBMUSCULAR

Os implantes podem ser colocados atrás da glândula mamária (plano subglandular) ou atrás do músculo peitoral maior (plano submuscular). A colocação em plano subglandular é mais simples, causa menos dor e tem menor risco de sangramento no pós-operatório, porém os contornos do implante são mais perceptíveis em pacientes com pouca mama. O plano submuscular deixa contornos mais suaves, principalmente na parte superior da mama, porém sua realização é um pouco mais trabalhosa e tem propensão maior a causar dor e sangramento no pós-operatório.

CICATRIZES

De acordo com as preferências da paciente, anatomia, necessidade de amamentar no futuro e outros detalhes técnicos 3 vias de acesso podem ser usadas :

- Inframamária: no sulco abaixo da mama;

- Periareolar: ao redor da aréola ("bico" da mama);

- Axilar: cicatriz colocada na axila.

CONSULTA

Uma vez que cada mulher é única em seus desejos, as consultas pré-operatórias visam entender quais resultados a paciente pretende obter. Através de uma análise detalhada do tamanho e forma das mamas, além da qualidade da pele e posição das aréolas, será possível determinar os objetivos a serem alcançados. É importante que você esteja preparada para relatar seu passado médico, doenças, alergias, uso de medicações, exames e procedimentos nas mamas, bem como história pessoal ou familiar de câncer de mama. Serão realizadas fotografias para planejamento e discussão da estratégia cirúrgica.

RECUPERAÇÃO

O período pós-operatório é geralmente bastante confortável, tendo apenas dor moderada nos primeiros dias. O retorno ao trabalho pode ocorrer dentro de 5 a 7 dias. É importante o uso de sutiã cirúrgico e restrição de movimentos nos primeiros 15 dias.

PREÇOS E CUSTOS

Os valores dos procedimentos variam de acordo com cada caso em particular. Você receberá um orçamento completo após detalhada avaliação inicial.